Qual a diferença entre bens, produtos e serviços?

Embora comum é acessível a todas as pessoas, esses conceitos podem não ser claros para todos. Sendo assim: Quais são as diferenças entre bens que possuímos, produto que compramos e serviços que contratamos no cotidiano?

// Respostas

Você já avaliou o que tem em mãos, se é um bem, um produto ou um serviço? Estes são conceitos muito importantes quando se fala em economia e o público entender também é importante. Assim você poderá entender o que possui em mãos e até um pouco mais sobre seus direitos e deveres.

Entenda o que são bens

Os bens são itens palpáveis que uma pessoa possui posse. Eventualmente em questionários de bancos ou pesquisas de opinião devem aparecer perguntas sobre quais são seus bens com opções como carros, casas e casas de praia. Estes são seus bens duráveis, de sua posse em papel e que podem ser comprovados que são seus.

Para ser um bem ele precisa ser de alguém e isso pode ser comprovado pelo uso contínuo, documentos como escrituras e notas fiscais ou ainda comprovantes de compra. Todos os bens possuem um dono obrigatoriamente. Os bens não precisam ser comprados, eles podem ser adquiridos por meio de ganho como heranças.

Há contudo uma diferença entre bem material e imaterial. O primeiro se encaixa na definição acima, o segundo trata-se de obras não físicas, mas que tem características similares à de bens físicos.

Uma conquista, um símbolo, um valor significativo, seja ele cultural, artístico, religioso ou de outra natureza pode-se caracterizar como bem imaterial.

Bens e serviços são coisas relativamente diferentes, embora possam estar atrelados de alguma forma quando o assunto é questão financeira. Por bens entende se aquilo que pode ser mensurável, portanto constitui alguma coisa que pode ser traduzido em valor monetário como um bem móvel ou imóvel. Normalmente a lista de bens de uma pessoa significa aquilo que pode ser convertido em dinheiro numa determinada necessidade, portanto são coisas que existem, são concretas e além de mensurável pode ser vendido e convertido em dinheiro.

Entendendo mais sobre produtos

Produtos são artigos à venda que podem ser comprados. Oferecidos a pessoas para serem comprados por um determinado valor. O comprador possui seus direitos, bem como o vendedor também os possui. Eles podem ser adquiridos pelas pessoas por meio de oferta do mercado e são usados.

Existe uma relação entre produto e bens. Você pode comprar um produto e, tendo como comprovar, ele continua sendo um produto adquirido e passa a ser um bem. Para ser um produto a pessoa precisa tocar, sentir, é algo palpável que pode ser durável ou não. Pode ser um produto de uso simples e curto como alimento ou produtos mais duráveis em longo prazo, como os computadores e televisões. Para ser produto o item precisa ter um valor.

E o que seriam os serviços?

Os serviços são produtos que não podem ser tocados mas são adquiridos. De forma mais prática, a faxina de uma casa é um serviço, bem como a lavagem de roupa, a limpeza de um carro, a consultoria de moda, a maquiagem para festa, os penteados, dentre outros. São serviços os produtos prestados de uma empresa à pessoa a outra por meio de um valor.

Mesmo que não seja palpável um serviço pode ser comprado e levado para casa. Pode ter data de validade e pode ser usado por diversas pessoas ou apenas uma. Pode ser comprado ou ganho, assim como os produtos.

O mercado de serviços é muito abundante e no Brasil ele é responsável por uma fatia significativa da economia brasileira.

Embora a prestação de serviços quase sempre esteja associada com a atividade econômica, há inúmeros tipos de serviços que não tem a natureza do ganho e pode ser observada nos serviços voluntários ou atividades isenta de taxação econômica.

Serviços diz respeito normalmente um trabalho o que é uma pessoa executa ou pode executar em favor  de outro, mais não é algo concreto e que possa ser vendido como se fôssemos bem. Normalmente o serviço tem por trás desse uma pessoa ou prestador de serviço e por trás deste serviço está o conhecimento, habilidades e competências que esse prestador de serviço tem, portanto isso não pode ser vendido, negociado ou penhorado por  exemplo.

Com informações de: G1 economia e Terra economia