Curso técnico ou faculdade. Qual devo fazer?

Uma pessoa que terminou o ensino médio deve ir direto para a faculdade ou precisa fazer primeiro um curso técnico para se preparar melhor

Pergunta 1:

Uma pessoa que terminou o ensino médio deve ir direto para a faculdade ou precisa fazer primeiro um curso técnico para se preparar melhor. Os dois podem ser feito inclusive em paralelo ou depende de terminar um para começar o outro?


Pergunta 2:

Eu estou no 1° semestre da faculdade e não estou gostando muito, gostaria de trancar e começar um curso técnico em uma área parecida, e quero arrumar um emprego mais rápido e acredito que um curso técnico me ajudaria. estou certa?

Tatiane Brito de Souza - São Paulo

// Respostas

Resposta para a pergunta 1:

A pergunta é interessante e certamente é a pergunta que muita gente faz constantemente, afinal a formação profissional, seja ela em um curso técnico ou em uma faculdade é de vital importância nos dias atuais. Primeiro vamos definir curso técnico e faculdade ou curso superior.

Curso técnico

Um curso técnico tem carga horária que varia em torno de 1000 horas, alguns mais e outros menos. São formatados visando atender uma área bastante específica do mercado, por exemplo o curso técnico em segurança no trabalho, técnico em informática para a internet, técnico em rádio (locução), entre outros.

A proposta de um curso técnico é qualificar o profissional para atuar naquele mercado em específico e portanto ele pode ter uma visão bastante limitada do contexto. A carga horária e a própria proposta do curso direciona para isso. Por outro lado são cursos mais práticos o que agrada muita gente que não gosta de perder tempo com teoria e conceitos. Se bem que na verdade, teoria e conceito não é perda de tempo, estou apenas representando o pensamento de alguns.

Faculdade ou curso superior

Um curso superior tem uma proposta mais abrangente, tem carga horária maior o que proporciona uma visão mais geral sobre o que está sendo estudado. Em muitos cursos, os alunos reclamam de muita teoria, isto acontece especialmente para o pessoal de tecnologia que é um pouco impaciente com conceitos.

A formação em uma faculdade além de ser mais sólida é obrigatória para o exercício de muitas profissões que normalmente não podem ser exercidas por pessoas com formação técnica apenas.

Faculdade ou curso técnico

Passado a limpo a definição de cada um deles, vamos às respostas da pergunta.

Uma pessoa pode fazer um curso técnico ao mesmo tempo em que faz uma faculdade, pode fazer primeiro  a faculdade e o inverso também é verdadeiro. Quanto a escolha entre um e outro é difícil responder pois dependerá de cada um e dos propósitos que ele tem, mas há quase um consenso  de que quem faz curso técnico tente a se beneficiar depois em uma faculdade, principalmente se os dois forem na mesma área ou em áreas correlatas.


Quero saber .Que curso devo fazer para não arrepender-me no futuro . E acerta no mercado de trabalho para ter um trabalho que eu goste e tenha prazer em fazer todos os dias. Eu já faço curso na ária da saúde mas pretendo trabalhar em outra ária, ex; Engenharia, mecânica, civil, elétrica, e até mesmo economia relações internacionais etc. Eu não sou bom em matemática, mas gosto de português geografia literatura etc.

Joao marcos machado - Padre Bernardo


Resposta para a pergunta 2:

Quando uma pessoa está em dúvida entre um curso técnico e uma faculdade, temos a tendência de indicar o curso técnico como forma de acelerar os estudos e também para ganhar um pouco de experiência e prática para a faculdade, mas quando a pessoa já está cursando uma graduação, voltar para o curso técnico já é uma decisão mais delicada.

É verdade que a formação técnica, por ser mais rápida e mais focada em determinado assunto, tende a oferecer condições que entrar no mercado de trabalho de forma mais rápida, mas um curso superior dá melhores condições de atuar no mercado com uma formação mais sólida, sem contar que um diploma de nível superior tem mais peso. Existe inclusive uma tendência em certas áreas de o pessoal valorizar muito pouco a formação técnica. Um bom exemplo é a área de TI – Tecnologia da informação onde há muita oferta de trabalho, mas os salários para técnicos são baixos.

Eu particularmente costumo recomendar as duas coisas, ou seja, o ideal é fazer um curso técnico e depois uma faculdade, ou até o inverso também é verdadeiro. Agora abrir mão de um em favor do outro é uma decisão muito particular.

Converse com pessoas da área que você está estudando e com pessoas da área em que você pretende estudar, expresse seu desejo de mudança e ouça as opiniões, separe aquelas que julgar relevante para lhe ajudar na sua importante decisão.