Compensa fazer supletivo ou EJA? Ele estraga o currículo?

Olá tenho 16 anos vou fazer 17 em janeiro de 2014 repeti o segundo ano do ensino médio, e não queria perder mais um ano refazendo o 2 ano de novo,será que compensa fazer o supletivo? O supletivo não estraga o currículo?

Olá tenho 16 anos vou fazer 17 em janeiro de 2014 repeti o segundo ano do ensino médio ,e não queria perder mais um ano refazendo o 2 ano de novo,será que compensa fazer o supletivo? O supletivo não estraga o currículo?

Marina - Campinas

// Respostas

Há três questões para serem respondidas em sua colocação.

A primeira é que o supletivo só pode ser feito mediante ao requisito mínimo de idade que é 15 anos para o ensino fundamental e 18 anos para o ensino médio. Isto esta de acordo com a legislação educacional vigente.

A segunda questão é se compensa fazer o supletivo. Neste caso cada pessoa precisa avaliar sua situação e os motivos que a levam a tomar esta decisão. Particularmente penso que pessoas com 18 ou 20 anos deveriam continuar a estudar pelo modelo convencional, pois ainda são muito jovens e neste caso a escola presencial é importante não só pelo aprendizado, como também pelas relações interpessoais que esta proporciona.

A terceira questão é se o supletivo estraga o currículo. Não acredito que isso ocorra, até porque se você tiver pensando em termos profissionais, o local onde você fez o ensino fundamental ou médio, bem como a forma que você concluiu não é tão relevante. As empresas irão considerar muito o que você fez além disso, como cursos técnicos na área, curso superior, certificações e outros cursos especializados.

É evidente que existem cargos e posições onde as pessoas valorizam muito o currículo do profissional, bem como onde ele se formou. Contudo isto é minoria e para ser bem sincero está muito mais relacionado com vaidade do que com profissionalismo.

Estude pelo meio que quiser, mas faça o melhor que puder. Isto sim é bem importante e com certeza será muito relevante para o seu currículo.

Supletivo do MEC

O MEC - Ministério da Educação oferece alguma modalidade de supletivo ou de educação de jovens e adultos? Como obter informações sobre estas formações e como proceder para fazer a inscrição e participar das provas?

O supletivo é feito normalmente em escolas públicas e privadas onde o aluno estuda em períodos regulares e com menor duração do que as aulas tradicionais e realiza as provas de competências de cada matéria. O Ministério da Educação realiza o que muitos chamam de provão que é um uma prova geralmente anual que visa certificar os alunos que atingirem as competências necessárias e previstas nessas provas. Neste caso o aluno deverá estudar por conta própria e se preparar para a realização desses exames.

Atualmente o MEC tem duas provas destinadas a certificação, o Encceja e o ENEM.

Encceja

O Encceja é o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, uma modalidade de supletivo do MEC que é uma prova aplicada em parceria com as secretarias estaduais de educação, municípios, representações diplomáticas, entre outros.

Para os residentes no exterior a prova do supletivo do Encceja visa certificar para o ensino fundamental e ensino médio. Para os residentes no Brasil a prova é apenas para o ensino fundamental, já que a certificação para o ensino médio é feito pelo ENEM.

Informações sobre o Encceja e inscrições aqui: https://encceja.inep.gov.br/

Enem

O Enem passou a ser usado pelo Ministério da Educação também como uma modalidade de supletivo e agora pode ser usado por pessoas que pretendem concluir o ensino médio e obter a certificação deste por intermédio do Enem. Para isto basta fazer a sua inscrição para a próxima edição do Enem e informar no ato da matrícula que deseja usar o resultado da prova como supletivo ou para certificação do ensino médio.

Infelizmente esta opção pelo ENEM não existe mais. Restando apenas a alternativa pelo Encceja, mostrado acima.