Como encontrar reportagens antigas de jornais através da internet?

Quais foram os primeiros jornais a terem publicações no Brasil? Como encontrar notícias, reportagens e outras informações antigas de jornais da época? Existe algum site que cataloga essas publicações antigas

Pergunta 1:

Quais foram os primeiros jornais a terem publicações no Brasil? Como encontrar notícias, reportagens e outras informações antigas de jornais da época? Existe algum site que cataloga essas publicações antigas e que podem ser acessadas gratuitamente pela internet?


Pergunta 2:

Estou procurando uma matéria sobre, Para que combater o insider trading, artigo publicado por Fabio Eduardo Di Pieri Spina, publicado em um Jornal aproximadamente entre 2002 e 2003.

Ana Rosa D Angelo Spina - São Paulo


Pergunta 3:

Muitos jornais já nem existem mais, outros são muito antigos e guardam uma história de anos de publicação. Creio que ter acesso ao conteúdo jornalístico que foi produzido no passado seja muito rico para muitas pessoas. Diante disso, como acessar jornais antigos através da internet?

// Respostas

Resposta para a pergunta 1:

Graças a um serviço muito útil da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro que digitalizou jornais antigos de várias épocas e de várias regiões do país, é possível fazer a consulta pela internet nessas publicações antigas, com reportagens, notícias de outras publicações comuns. Na verdade o serviço fez a digitalização do jornal inteiro que permite consultar detalhes importantes que ajudam a contar a história de uma época, mostrar curiosidades, ajudar a entender fatos e acontecimentos que ficaram esquecidos para muitas pessoas, entre outras possibilidades.

O nome do site é Hemeroteca Digital Brasileira e a consulta ao acervo é gratuita com uma quantidade enorme de títulos disponíveis. Neste link você encontrará a relação de jornais antigos, bem como a opção de fazer buscas. https://hemerotecadigital.bn.br/titulos

Primeiros jornais

Segundo os dados do site os primeiros jornais do Brasil foram a Gazeta do Rio de Janeiro e o Correio Brasiliense, ambos datam de 1808. Mas a quantidade de jornais antigos e outros periódicos impressionam e é um acervo sem precedentes na internet.


Resposta para a pergunta 2:

Neste caso o que você precisa fazer é uma busca específica utilizando alguns dos principais mecanismos de busca como Google, Yahoo ou Bing. Não existe necessariamente um site onde você possa filtrar as informações foram publicadas nos jornais, os únicos sites onde você consegue fazer isso são os buscadores que citei e que você pode encontrar informação caso algum site que tenha publicada nesta matéria ainda mantém a ela disponível.

No seu caso eu recomendaria você fazer uma busca pelo nome do autor do artigo já que ele é um nome bastante específico e assim fica mais fácil de você encontrar o. Outra dica ao fazer a busca pelo nome do autor ou qualquer outro texto que você pretende buscar coloque o texto entre aspas, pois dessa forma o buscador vai fazer uma busca exatamente por aquele nome e não uma busca aproximada que o que você faz quando você coloca mais de uma palavra que não faz o uso das aspas.

Veja este link eu fiz a busca do nome do autor entre aspas veja se sua ajuda: https://www.google.com.br/#q=%22Fabio+Eduardo+Di+Pieri+Spina%22


Resposta para a pergunta 3:

Existe um projeto na internet chamado de Hemeroteca Digital Brasileira que é da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro que digitalizou centenas de jornais antigos de todos os tempos e colocou para consulta no site https://hemerotecadigital.bn.br/titulos

Através deste projeto é possível acessar jornais e periódicos de todos os estados brasileiros desde os mais antigos até os mais recentes. Verdadeiras raridades são encontradas, como alguns exemplos:

  • 7 de Setembro de 1859
  • A Abelha de 1856
  • A Actualidade: Jornal Político, Litterário e Noticioso de 1859 a 1864
  • A Agua Benta de 1849
  • Entre outros títulos

Vale lembrar que muitos jornais estavam em bom estado quando foram digitalizados, outros nem tanto e portanto a leitura pode ser um pouco comprometida em alguns casos. Mas vale a pena ver e consultar esses jornais antigos pela internet.