Porque cruzar o cheque e colocá-lo nominal?

Home » Economia e dinheiro

Ao emitir um cheque é comum em alguns casos as pessoas cruzarem o cheque, isto é, colocar dois risos em diagonal no cheque. Para que serve este ato? Outra prática é colocar o cheque nominal, ou o nome da pessoa que está recebendo o documento. Para que serve o processo de colocá-lo nominal?

[ Quero Responder ]

PG - PG


// Respostas

O ato de cruzar um cheque é a uma atitude bastante comum em muitas situações. Para cruzar um cheque, basta colocar duas linhas com caneta em diagonal na parte superior esquerda do documento.

O porque de cruzar um cheque é que ao fazer isso você estará informando ao banco que o mesmo não pode ser descontado na boca do caixa, sendo necessário fazer o depósito dele. Esta atitude tem diversas vantagens, pois ao obrigar o depósito, significa que o cheque não é liquidado imediatamente pois ao depositar ele passará pelo processo de compensação que ocorrerá apenas no próximo dia útil.

Cheque nominal

Um cheque nominal é aquele em que informamos o nome da pessoa que está recebendo no campo (a). Ao fazer isso estamos dizendo ao banco que se a pessoa for sacar o dinheiro na boca do caixa é necessária a identificação da pessoa para que o dinheiro seja liberado. Isto é útil pois se a pessoa perder o cheque ou tiver o mesmo furtado, ele não será pago pois exigiria a presença da pessoa que recebeu para fazer a devida identificação.

Quando um cheque não é colocado como nominal ele fica sendo como ao portador, isto é, qualquer pessoa poderá sacar o dinheiro na boca do caixa, desde que não esteja cruzado, pois neste caso apenas via depósito.


Clique Aqui e Faça uma nova Pergunta



// PERGUNTAS RELACIONADAS


Responder / Comentar

Para responder ou deixar um comentário, preencha os campos abaixo é clique em Enviar.
Se o objetivo for fazer uma pergunta, clique aqui

Digite seu nome:


Digite seu email: (ele não será divulgado)


Cidade:


Resposta / Comentário: (respostas ou comentários inadequados serão excluídos)


Digite os números abaixo:


 

2013   //   Perguntaria   //   Política de Privacidade